Transporte em Bali

Transporte em Bali

O transporte público de Bali é muito deficiente. Para percorrer a ilha, é necessário um veículo com motorista, alugar um carro ou reservar excursões com guia. Para distâncias curtas, uma moto pode ser suficiente.

Com ou sem motorista?

Já que o estado das rodovias não é o ideal, o tráfego em algumas zonas é insuportável. As sinalizações não são boas e os balineses conduzem de maneira perigosa. A melhor opção é alugar um carro com motorista ou reservar excursões organizadas.

O preço de um taxista para todo o dia é de cerca de 40, quase o mesmo que alugar um carro com motorista. Nesse preço, estão incluídos o veículo, o condutor, a gasolina e, dependendo de como negociar, também os estacionamentos.

Se preferir conduzir, tenha em conta que é necessário levar a carteira internacional de habilitação. Em Portugal, o documento é chamado de Licença Internacional de Condução (LIC) e pode ser obtido no Instituto da Mobilidade e dos Transportes ou no Automóvel Club de Portugal. Já no Brasil, a Permissão Internacional para Dirigir (PID) deve ser solicitada nos Departamentos Estaduais de Trânsito.

Excursões

Além de poder negociar diretamente com o taxista, são muitos os profissionais ou guias autônomos que oferecem seus serviços tanto em Bali quanto pela Internet. No nosso site, você poderá reservar excursões privadas que custam a partir de 50 por dia, incluindo veículo, guia, gasolina e estacionamentos. Essa é a opção ideal apra fazer as visitas turísticas.

Motos de aluguel

Outra opção interessante, especialmente para trajetos curtos, é alugar uma moto. Você pode alugar um scooter nas principais cidades por cerca de IDR50000 (3) a IDR75000 (4,60) por dia.

Táxis oficiais

Em Bali, a oferta de táxis não é abundante e só se encontram nas zonas mais turísticas, como Kuta. Em Ubud, o serviço de táxi é oferecido por particulares na própria rua e o preço se negocia diretamente com eles.

Embora o preço dos táxis oficiais seja bastante econômico, a certas horas e em determinados lugares, os taxistas não gostam muito de colocar o taxímetro.